Pular para o conteúdo principal

IPVA BA 2021: Como funciona esse procedimento? Veja aqui!

A Constituição Federal dá competência aos estados para cobrar de todo dono de veículo o IPVA BA. Este imposto é cobrado todos os anos e tem alíquotas diferenciadas que variam de estado para estado. Desse modo, se você mora na Bahia e possui veículo, seja carro, moto, ônibus ou caminhão, deve pagar o IPVA BA 2021.

    1. O que é e como funciona o IPVA BA?


O Imposto sobre Veículos Automotores – IPVA, é um tributo que deve ser pago todos os anos aos estados, no início do respectivo período.

Nem todo mundo precisa pagar o IPVA BA, uma vez que trata-se de um tributo cobrado apenas de quem possui veículo automotor. Além disso, ainda existem exceções, ao qual são isentas ou imunes de pagamento.

Veículos antigos, por exemplo, com mais de 15 anos a contar da data de fabricação, não precisam pagar o IPVA BA.

    1. Consultar IPVA BA

Para emitir o seu boleto de pagamento do IPVA BA é preciso seguir alguns passos.

  1. Acesse o site da secretaria de fazenda do governo baiano em: http://www.sefaz.ba.gov.br/;

  2. Na seção pagamentos, busque por “IPVA”;


  3. Clique em “cálculo e emissão de DAE”;


  4. Em seguida clique em “Emissão de DAE – IPVA sem licenciamento”;


  5. Insira o RENAVAM e clique em continuar.

Caso dê erro em alguns desses passos, a SEFAZ BA aconselha instalar o certificado digital seguindo esses passos. Qualquer outra dúvida pode ser esclarecida entrando em contato com o órgão, pelo número: 0800 071 0071.

    1. Calendário de pagamento do IPVA BA

O Governo do Estado da Bahia oferece desconto de até 10% para quem realizar o pagamento do IPVA BA em cota única até o dia 10 de fevereiro de 2020.

Para quem optar por pagá-lo de forma parcelada, existe a possibilidade da divisão do valor em três parcelas. Os interessados que escolherem por esta forma de pagamento devem atentar-se ao dia de vencimento estabelecido no calendário de pagamento do IPVA BA.

Passando o prazo de 10 de fevereiro anteriormente mencionado, existe ainda a possibilidade de garantir um desconto de 5% no pagamento do valor integral do imposto se este for realizado no dia do vencimento da primeira parcela.

Confira o calendário.


Final da placa

Pagamento antecipado em cota única com 10% de desconto

Parcelamento

Pagamento em cota única com desconto de 5% ou 1ª parcela

2ª parcela

3ª parcela

1

10/02/2020

30/03/2020

29/04/2020

01/06/2020

2

10/02/2020

31/03/2020

30/04/2020

02/06/2020

3

10/02/2020

29/04/2020

29/05/2020

30/06/2020

4

10/02/2020

30/04/2020

29/05/2020

01/07/2020

5

10/02/2020

28/05/2020

29/06/2020

30/07/2020

6

10/02/2020

29/05/2020

30/06/2020

31/07/2020

7

10/02/2020

29/06/2020

30/07/2020

31/08/2020

8

10/02/2020

30/06/2020

31/07/2020

01/09/2020

9

10/02/2020

30/07/2020

28/08/2020

30/09/2020

0

10/02/2020

31/07/2020

31/08/2020

01/10/2020


    1. Onde pagar o IPVA BA

Segundo o site da Secretaria da Fazenda do Governo da Bahia – SEFAZ BA, estando ou não com o DAE em mãos (que pode ser emitido pelo respectivo órgão seguindo os passos que mencionados anteriormente), é possível realizar o pagamento nas agências credenciadas, seja do:

  • Banco do Brasil; ou

  • Bradesco.

    1. Alíquotas do IPVA BA

Alíquotas são os percentuais utilizados pelo governo baiano para o cálculo do valor do IPVA BA.

Tais percentuais podem variar de 3% a 1,5%, a depender das características do veículo.

Confira a tabela abaixo.

  • 3% - para automóveis e utilitários movidos a óleo diesel;

  • 2,5% - para automóveis e utilitários movidos a outro tipo de combustível.

  • 1,5% - para aeronaves e embarcações;

  • 1% - para ônibus, microônibus, máquinas de terraplanagem, caminhões, tratores, motos, motocicletas e triciclos.

Segundo a lei estadual do IPVA, os caminhões que tenham capacidade de carga inferior a 2 mil quilos, pagarão o imposto conforme as alíquotas de 3% ou 2,5% a depender do combustível utilizado, conforme os pontos 1 e 2.

    1. Como entrar em contato com o Detran BA

O Departamento de trânsito do estado da Bahia é uma autarquia criada pela lei estadual nº 3.650 de 19 de maio de 1978 e é vinculado diretamente à Secretaria da Administração. Ele tem como finalidade controlar, fiscalizar, disciplinar, planejar ou dirigir os serviços relativos ao trânsito baiano.

Caso você tenha dúvidas sobre qualquer informação aqui prestada (ou sobre outros assuntos relacionados), é possível entrar em contato diretamente com o DETRAN BA para esclarecê-las, pelos seguintes meios.

  • Endereço: Av. Antônio Carlos Magalhães, 7744 – Iguatemi, CEP: 41.110-700 - Salvador – Bahia;

  • Telefones: (71) 3116-2335 / 0800-284-0011 / ( 71) 99911-7631 / (71) 3535-0888 (telefone geral);

  • Site: http://www.detran.ba.gov.br/

    1. Conclusão

Neste artigo você viu:

  • O que é e como pagar o IPVA BA;

  • Como consultar o tributo;

  • Calendário de pagamento do IPVA;

  • Onde pagar;

  • Alíquotas incidentes do IPVA BA;

  • Como entrar em contato com o DETRAN BA.

Esperamos que todas as suas dúvidas tenham sido esclarecidas. Entretanto, caso ainda persistam os questionamentos, é possível entrar em contato com o DETRAN BA ou deixar um comentário que responderemos assim que possível. Agradecemos a sua visita. Até nosso próximo encontro!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os problemas de se ter um carro no Brasil - Você vai se identificar com isso!

Embora os expatriados possam sonhar com o estilo de vida do Brasil, dirigir no Brasil é tudo menos relaxante. Para ajudá-lo a lidar com o notório tráfego, este guia sobre a condução no Brasil fornece uma visão sucinta. Das portagens às leis de trânsito, da CNH à IPVA, a nossa introdução à condução no Brasil cobre tudo.

A nova licença Brasileira tem 20 pontos para serem gastos em multas, que serão deduzidos com base em violações feitas, por exemplo, quatro pontos por conduzir sem cinto de segurança. Uma vez que você chegar a zero pontos, sua licença será imediatamente revogada.

Além disso, não é possível nem pensar em sair de casa sem ter em mãos todos os documentos. Em todos os momentos Sua carta de condução, certificado de registro de carro, a prova de que o imposto de estrada foi pago (IPVA), um kit de primeiros socorros, e um extintor de incêndio são algumas das necessidades obrigatórias que deve estar equipado o carro, para caso pare numa fiscalização.

O imposto rodoviário brasile…

Relação do Brasil e México no mercado automotivo

O Brasil é um país conhecido, sobretudo, as suas grandes figuras que têm brilhado no futebol, Pelé, Ronaldo, Garrincha, Romário, Rivaldo, Ronaldinho e Neymar, são apenas uma pequena amostra. Mas, na realidade, a exposição do país sul-americano vai além: carnavais, cultura, lambada, flora e fauna amazônica, gastronomia, etc.

Mas no mundo automotivo, o Brasil, é conhecido por duas coisas: Ayrton Senna, bem como sua curiosa, e até mesmo, exótica, indústria automotiva. E é que, só pelo fato de ser a maior economia da América Latina, assim como o sexto país mais populoso de todo o mundo, dão como resultado um imenso mercado que apenas em 2018, colocou mais de 2.47 milhões de unidades, segundo Noticias sobre o Detran DF.

Com esta quantidade de veículos, não é raro muitos fabricantes, tenham adaptado a sua oferta de produtos aos gostos locais ou que alguns fabricantes tenham instalado seus quartéis-generais ou plantas de produção, o que explicaria a enorme quantidade de carros específicos par…

Elevado número de acidentes automobilísticos no Brasil afeta a indústria

Os carros rolam infinitamente fora das linhas de montagem locais das maiores montadoras da indústria, mais de 10.000 por dia, para as mãos ávidas da nova classe média do Brasil. Os novos Fords brilhantes, Fiats, e Chevrolets contar o conto de uma economia em plena flor que agora ostenta o quarto maior mercado de automóveis no mundo.

O que acontece quando esses veículos chegam às ruas, no entanto, está se configurando como uma tragédia nacional, dizem os especialistas, com milhares de brasileiros morrendo todos os anos em acidentes de carro que em muitos casos não deveriam ter sido fatais.




Os culpados são os próprios carros, produzidos com soldaduras mais fracas, poucas características de segurança e materiais inferiores em comparação com modelos semelhantes fabricados para os consumidores dos EUA e europeus, dizem especialistas e engenheiros dentro da indústria. Quatro dos cinco best-sellers do Brasil chumbaram nos testes de colisão independentes.

Carros inseguros, juntamente com as c…