Por Marcelo Gerald

Parece que o alvo dos fundamentalistas agora será as grandes empresas. O Universo Online retirou do ar a sua página com informações destinada ao público gay. No lugar que antes havia de várias informações podemos acessar agora apenas conteúdo adulto, ou seja, direitos, Paradas e cultura não têm mais!!!

Tentei obter informações, mas o site não disponibiliza nenhum meio de contato, seja via fone ou e-mail.

Coincidência ou não, a mudança acontece logo após o Deputado/pastor Marco Feliciano denunciar o portal pelo conteúdo gay.

A agenda fundamentalista cuida de desumanizar homossexuais, qualquer conteúdo, informação ou material educativo com finalidade de acabar com a discriminação, ou que favoreça homossexuais deve ser banido.

Liberdade de expressão segue cada vez mais confundida com a liberdade de opressão, ou liberdade apenas para alguns. Fato que evidenciou isso recentemente foi a reação de alguns contra a campanha que visava pressionar a empresa AVON a não dar suporte à homofobia, estes chamavam a campanha de radical, talvez para eles reste apenas lamentar enquanto assistimos dia a dia o avanço fundamentalista massacrando não só direitos de parcela da população, mas também a sua existência.

O lado fundamentalista faz campanhas e cresce politicamente, economicamente e ganha espaço, já o lado LGBT segue muitas vezes sem direção, algumas lideranças apoiam somente aquilo que leva o seu nome, ou que representa o seu partido politico, o resultado é a dificuldade de avançarmos e de conseguirmos visibilidade.

Se o UOL retirou o conteúdo por pressão não está claro, mas é lamentável, pois para muitos era uma das a primeiras fontes de leitura sobre temas LGBTs.

Informações complementares via Markos Oliveira:

Set/2011: Deputado-pastor fez B.O. contra o UOL Gay por atentado ao pudor. Leia aqui.

Confira o Arquivo do site antes de ser excluído do UOL Notícias aqui.

Observação: O site Eleições Hoje é hospedado no UOL e ficou off line 24 após após a publicação dessa denúncia. Alegaram falta de pagamento, o que não procede. O suporte reconheceu o erro e voltamos a online horas depois.

Se você também não concorda com as mudanças do UOL gay, que retirou conteúdo informativo em troca de conteúdo sexual, mande sua opinião para a empresa aqui: [email protected]