O PT Ainda é um aliado da Causa LGBT?

Parte 2 (Leia também a Parte 1 e a Parte 3)

Dos princípios à má fé – como age parte da militância petista nas redes sociais

Por Marcelo Gerald

As reações ao meu texto foram bem variadas. Muitas pessoas entenderam o tom de cobrança e alguns militantes do PT interpretaram como ataque. Estes não argumentaram aqui no site, mas tentaram desqualificar o Eleições HoJE e alguns de seus autores.

A estratégia é antiga por parte desses militantes. Uma breve investigação na imagem do PT em qualquer rede social faria analistas políticos favoráveis ao partido tremerem.

Na Homofobia Já Era, a moderação nem precisa atuar muito nesses casos: a trollagem partidária fanática é ignorada ou dissolvida pelos próprios membros, no Facebook, em geral, acontece o mesmo. Apesar de algumas comunidades LGBTs serem novas, logo percebem a manipulação e estratégia de ataque difamatório. Bastante comum também é a supervalorização de pequenos feitos do partido.

No twitter paira boatos que há perfis pagos para defender o PT, na maioria de casos assim costumam dizer: “Não sou partidário, mas…”.  Aí vem toda sorte de apoio irracional digna de fundamentalistas. E para piorar esta situação o PT promete treinar patrulha virtual.

Alguns petistas fanáticos demonizam qualquer crítica como sendo de direita golpista que quer derrubar o governo de “esquerda”. Basta criticar para virar membro do “PIG” (“Partido da Imprensa Golpista”) . O termo PIG foi inicialmente usado contra publicações tendenciosas, porém, aos poucos, perdeu a razão de existir. Qualquer um que cobre o governo pode ser acusado de “golpista” ou de “demo da direita”.

Curioso que petistas cobram da revista VEJA provas de acusações, mas como lembrou Raphael Tsavkko em um texto cheio de perguntas sem respostas, porque não cobram o ator/militante José de Abreu por agir da mesma forma? Vejam bem não estou defendendo a revista, mesmo porque creio que parte dos petistas lêem mais a publicação que eu.

Existe hoje uma obsessão no partido e uma cultura do medo que muitos acreditam ou fazem acreditar que há um golpe eminente para derrubar o governo. Um golpe liderado pela imprensa com ajuda de partidos e empresários. Essa estratégia do medo antes era usada pelos tucanos, como foi nas eleições de 2002: medo de queda de bolsas, risco Brasil e uso de artistas como Regina Duarte, por exemplo.

Mas Será?

Nas redes sociais, mesmo numa leitura parcial fica evidente que o PT está queimando o PT,  em um fundamentalismo barato, agressivo e virulento. Nenhuma critica é debatida, o que importa é desqualificar o interlocutor.

Confiram a Parte 1 desse texto, a postagem que rebate meu é uma acusação de que sou tucano e em outra me ameaçaram com os dizeres: “TE CUIDA, FDP!”

É isso? Eu devo temer mais ao PT que aos homofóbicos? Militantes do Partido querem acabar com a liberdade critica  e de expressão dentro da rede?

Aparentemente alguns petistas aprenderam muito com seus novos parceiros, os evangélicos fundamentalistas: repetem mentiras até que virem verdades. Contudo, diferente dos evangélicos que possuem uma Bíblia e um dogma, estes petistas agem como os donos de uma verdade absoluta e inquestionável. Sabem o que é bom para o país e para nossas vidas. O PT parece ter virado um partido sem pensadores. O simples fato de acreditarem que são donos de uma verdade absoluta e inquestionável denota isso. O partido deveria analisar outras  democracias  e ver que esse tipo de  estratégia arrogante não funciona, não dá pra impor verdades por tempo indeterminado, mas o que importa para alguns é manter  o PT no Poder.

Comecei a ter ciência destas coisas quando vi Dilma vetar o kit anti-homofobia, vários militantes LGBTs petistas saíram em defesa da presidenta desqualificando o kit, o kit era ruim? Poderia ser melhor sim, não o nego, mas tirando a ambiguidade no vídeo “Probabilidade”, não havia nada grave ou que não pudesse ser contornado.

Mas a agressividade de vários militantes do partido é exclusiva das redes? Pelo que tive de experiências penso que não, no Fórum LGBT Paulista eu vi uma eleição ser cancelada devido a má atuação da chapa vencedora, toda petista. O Fórum foi todo esvaziado de pessoas de outros partidos, principalmente os tucanos.

Na Frente Paulista contra a Homofobia não foi diferente, um militante do PT soltou uma lista de supostos políticos homofóbicos. A lista foi liberada dentro do fórum no Facebook, contrariando resolução votada internamente de que a Frente seria pluripartidária e desenvolveria ações em conjunto, aos poucos vários membros foram abandonando a Frente. Pior: militantes históricos, nada fizeram para defende-la.

A Frente Paulista ainda existe, mas perdeu força (aprofundarei mais isso na parte 3).

Sobre os ataques que recebemos, a princípio, eu pensava em ignorá-los, mas não estou a fim de seguir os passos de Josef K em o Processo de Kafka. Sinto que se eu não responder à essas mentiras elas irão virar falsas verdades.

Segue abaixo comentários e acusações que li sobre meu texto e que julgo merecem respostas, isso acontece com  vários militantes que questionam o Partido dos Trabalhadores:

“Não tenho nada para conversar com ele, pelo menos enquanto aquilo estiver no ar… até pq ele não conversou comigo antes de postar”

Quer dizer que tenho que tirar um texto do ar pra debater com certas pessoas? E eu tinha que pedir autorização pra postar algo que escrevi? Que eu saiba estamos numa democracia e não numa ditadura Stalinista. O Eleições HoJE é mantido com recursos próprios, não devemos satisfações  a NENHUM PARTIDO POLÍTICO.

“SOU PETISTA, EXIJO RETRATAÇÃO”

E daí? O fato de ser petista não a torna melhor que ninguém.

“Sorry, mas vou dar block em todos que postarem esse lixo na minha TL… OK ?”

E deu mesmo, pra vários que deram RT e pra todos que elogiaram meu texto.

“Eu discordo, não tem nada de verdadeiro ali… é coisa de quem se vendeu a algum partidinho e fica fazendo o jogo da direita…”

Dilma vetou o kit, o plc122 está encostado e Tião Viana pretende construir um parque Gospel com dinheiro público, menti em quê?  Devo mencionar também a escola de madeira, sem pintura que não é mantida e nem melhorada pelo governo.

“O PSOL diz que é oposição à esquerda, mas em vez de procurar PCO, PSTU se aproxima de PV, PSDB, DEM e PPS “

O PT se aproximou de Collor, Katia Abreu, Sarney, Magno Malta, Crivella pra citar alguns exemplos.

Essa mesma pessoa pediu ao jornalista Paulo Lopes que tirasse o nome da Karla entre os comentários de seu blog e acusou de transfobia:

“No mínimo, tinha que tirar a pit-girl da Karla Joyce, transfóbica que só da RT nessas msg pra aparecer…”

Ela acusou a Karla de transfobia, mas foi lesbofóbica em seu comentário.

Segue resposta da Karla Joyce:

Bom gente, como não vou encher a timeline de vcs, aqui vai minha mensagem. Quem quiser, leia:

1. Estou com a consciência tranquila até porque não sou filiada, não tenho a menor vontade de filiar justamente por ser cientista política (manter a distância do objeto de estudo), não tenho rabo preso c/ partido e me sinto bem por não ter meu senso crítico cooptado por interesses.

2. Sobre o texto @mkgerald: são fatos que são de conhecimento de qualquer um que acompanha a temática LGBT, não há novidade naquilo nem furo de reportagem; e criticar partido, até onde eu sei, não é ataque pessoal e nem te faz ser “aparalho do PSDB, PSOL”. Ao menos que a pessoa seja o próprio Luis XIV partidário (o partido sou eu). Aos incomodados com o texto, que não é meu mas considero uma crítica justa, sugiro que apresentem argumentos fundamentados e sem “ad hominem” para provar as ditas “mentiras” e, se não encontrarem, promovam algum tipo de debate interno para resolver as contradições do PT. Caso contrário, o futuro lhes reservará o minguado, dilacerado e tosco atual destino do PSDB e DEM, que mal tem uma juventude de fato para dar fôlego a seu partido. Lembrem-se que as pessoas no Brasil podem até não ter interesse em acompanhar a política, mas lembram muito bem na hora do voto dos temas que lhe são de interesse e do que os partidos e candidatos fizeram. Junte a isto o fator que a temática LGBT cresce a cada dia nas várias classes sociais, faixa etária e várias regiões. Um dia a cobrança da conta chegará assim como o governo tem se mostrado disposto a pagar a conta do reacionarismo e dos conservadorismo.

3. Eu mesma escrevi dois textos a respeito do kit de combate à homofobia, que foram sistematicamente difamados até sua suspensão e onde o governo e sua base nada fizeram para contornar o problema. Desculpa, não consigo ser cega ao ponto de ver uma política pública pró Cidadania LGBT ser alvo de uma jogada política. Então isso me faz ser um demônio da direita, uma “esquerdistazinha do PSOL”, neonazi, fascista, etc? Ok, prefiro ser assim, alguém que incomoda, a ter que ficar calada diante da omissão no combate à homofobia, no caso. Logo, mais outras contradições irão surgir.

4. Pelo visto, a moda agora é 8 ou 80: se nos critica, é nosso inimigo mortal. Se não está comigo, é de direita. Se não está comigo, é transfóbico/homofóbico/machista… Só tenho a lamentar dessa atitude, tendo em vista que sinto uma nuvem cinza querendo calar todas as vozes discordantes das mais diferentes formas e pelos mais diversos motivos. Lição de ciência política: na democracia é ESSENCIAL que vozes discordantes possam ter o direito de suas críticas para que o próprio sistema cresça. E o que temos? Falácias e ataques.

5. Por fim, o lado pessoal: só tenho a lamentar, mas nada a me preocupar pois estou com a consciência tranquila pois escolhi o caminho da guerreira (diferente da “pit-girl): daquela que não se conforma com aquilo que incomoda e vai à luta por meio do diálogo, não na base do grito e do braço. Nada tenho a perder com essa guerra partidária. Tenho a ganhar criticando e elogiando enquanto cidadã. Sei que vc irá patrulhar minha timeline, então vai o recado.
Não sei o que se passa em seu íntimo, porém lembre-se que, assim como a política, a vida funciona em ciclos. Sou jovem e lúcida para não cair nessas armadilhas e saber disto. Hoje você insiste em usar ataques pessoais para tentar justificar algo que até agora se mostra injustificável. Amanhã você poderá precisar da ajuda destes que você apedreja. Não te conheci assim à época que a ameaça do momento era o Marcelo Dourado e que todas e todos estávamos tentando ir contra essa onda dourada em clima de parceria; portanto, não use a transfobia/homofobia em vão e não abuse da mesma intolerância que vc, eu e vários que vc acusa sofremos diariamente e pouco tem sido feito a nível político para extingui-la.

“Falsos “militantes” LGBT de twitter que pensam que o PSOL é a última bolachinha do pacote, acordem seus tontos, antes que seja tarde.”

Militantes de twitter é a forma bem comum usada por militantes petistas em tentar desqualificar. Esclarecemos que não trabalhamos para nenhum partido, mas seria tarde por quê? Qual seria o terror? O PSOL virar o PT? Ou o antes que seja tarde tem relação com o comentário postado aqui no site: “ Te cuida, FDP”

“Porque pega alguns reveses deste ano, para atacar toda a história de quem mais fez pela causa LGBT, isso é vigarice..

…aquele texto é falso, mentiroso e desonesto…

E precisam avaliar o PT pelos 31 anos de história, pelos 8 anos de Lula, e não por alguns meses de um novo mandato…”

Alguns reveses? A Causa LGBT foi leiloada nesse governo desde as eleições em nenhum momento em meu texto desmereci a historia do PT, pelo contrario cobrei que a mesma fosse respeitada pelo próprio partido.

“Entre as várias formas de preconceito, talvez a pior delas é o preconceito velado, como a transfobia latente em muitos LGBs. No meio LGB (sem TTs), existem muitas pessoas, inclusive “militantes”, que aceitam as (os) trans somente em papel secundário. Até aceitam travestis e transexuais desde que sejam subordinadas a eles e se limitem a ser auxliares ou papéis decorativos.Nesse tipo de transfobia velada, jamais aceitam travestis e transexuais no papel de protagonistas.E o que é pior, se uma transexual desmascara uma fraude e mostra ser mais inteligente do que eles, aí é motivo de ódio mortal..Esses ataques são recheados da mais pura transfobia, de quem não aceita uma transexual mais inteligente do que eles.”

Novamente acusou a equipe deste blog de transfobia, sendo que particularmente eu me destaco na Homofobia Já Era como defensor de todos LGBTs, bissexuais, trans, travestis, qualquer pessoa que me acompanha e me conhece sabe que não tem como acusar de tal preconceito e o mesmo sobre a Karla ou qualquer autor desse blog. Está em curso agora queimar a imagem do Eleições Hoje a qualquer custo. E desmascarou o que? Parece ter visto muitos filmes da época da Guerra Fria, os tempos de teorias da conspiração acabaram!

“Na primeira postagem, late e rosna contra o PT e os petistas, como um cachorro amestrado… (2)Na tuitada seguinte, vai lamber os pés do seu dono, como um cachorro muiiito amestrado… (3)No lado direito da tela, em destaque, o dono o recompensa, como quem diz: “Parabéns por ser um bom cachorro”… (4)”

Questionar o PT é Rosnar? Nessa postagem foi usado um print que a Diversidade Tucana havia feito Elogio. Ela insistentemente tenta nos acusar de Tucanos, algo repetido como um mantra que talvez nos desmereça entre petistas mais fanáticos, mas vocês podem ver que já criticamos a Diversidade Tucana aqui e aqui e José Serra aqui e aqui e fizemos campanha para Dilma. Quem acompanha este blog sabe que cobramos de todos os partidos.

Alguns podem acreditar que tudo isso foi somente reação ao meu texto. Mas será?

Voltemos no tempo duas semanas antes que eu publicasse esse questionamento. Eu fui trolado na Timeline por cobrar Marta Suplicy por abandonar o Senado:

“@chcapet @Ale_sandra_ @mkGerald e alguem pode me dizer que “m..” seriam essas? Estão desinformados ou são só tucaninhos”

“@mkGerald vc tá criticando qual governo? Aliás, não vou nem começar. Até hoje vc foi incapaz de postar alguma crítica ao PSDB em SP.”

“@mkGerald o pior é a militância que não se assume partidária e faz o serviço sujo pros tucanos. Caricatíssima. Aguardando cobrar Alckmin”

A patrulha petista funciona assim, se você critica o PT deve considerar tudo que o partido fez e relevar seus erros atuais, se vc insistir na critica vira instantaneamente um demo do PSDB. Os comentários/ad hominens são tão idênticos que chega a dar preguiça de rebater.

“não existe “militante LGBT”. Existem militantes. Todos com opinião política, ideologia, partidos. De direita, centro ou esquerda.”

Aqui fica claro que pra alguns deles a causa LGBT não é prioridade. A Ideologia partidária está acima.

“desculpe, mas nesse tom não rola. Vc não é meu companheiro de Partido, de ong, de rede de mov. nem amigo pessoal”

Deveria ser petista pra cobrar ou rebater? Ser do PT atualmente? Ser da mesma ONG? Amigo pessoal? Bom eu escolho bem meus amigos.

Entre as pérolas da irracionalicade:

“essa OAB virou braço do PIG e dos demotucanos.”

Comentário sobre o fato de Dilma não falar nada sobre LGBTs em seu discurso na ONU

“Dilma falou sim contra discriminações raciais/étnicas e posicionou-se contra discriminação por gênero.”

A seguir foi dito que gênero abarca LGBTs!

Gênero, identidade de gênero e orientação sexual viraram tudo a mesma coisa, qualquer coisa vale pra proteger a  presidenta Dilma.

“PSOL adota a mesma linha do DEM no ataque a Orlando,direita Golpista”

O PSOL é de direita, segundo alguns petistas. E nem precisa ler o Estatuto do partido pra entender que isso não é verdade, basta conhecer um pouco da sua militância, propostas e o que defende publicamente.

Difícil acreditar que o partido investe em tal militância