O Eleições Hoje fez um levantamento dos candidatos gays, lésbicas, travestis e transexuais e de apoiadores da causa LGBT. É preciso fazermos frente as bancadas conservadoras do Congresso Nacional  e é extremamente necessário que  tenhamos mais representantes, nos últimos quatro anos Jean Wyllys do PSOL ganhou destaque fazendo frente a fundamentalistas, mas sozinho dificilmente conseguirá avançar nesta luta. Apoiamos a campanha LGBT vota em LGBT.

 São Paulo

Deputado Estadual:

ToddBruno Maia (Todd) –PSOL 50505: ao Eleições Hoje o candidato declarou:

O Estado de São Paulo ainda tem políticas tímidas para a garantia de Direitos Humanos plenos dos cidadãos LGBTS. Por conta de não haver um avanço no desenvolvimento de políticas públicas no combate à homofobia, ainda são cometidos crimes contra gays, lésbicas, travestis e transexuais no nosso Estado.

Precisamos de projetos de lei que combatam e criminalizem a homofobia. E esses projetos tem que ser construídos com a sociedade civil organizada, com diálogo com a população LGBT.

Mas não basta apenas pensar em leis, há que se fazer um amplo esforço para que toda a população do estado saiba da existência da lei e dos mecanismos a ser utilizados para acioná-la. São Paulo possui uma lei estadual que pune a homofobia (10.948/2010), mas é pouco divulgada. E só terá realmente valor à medida que houver profissionais preparados para receber denúncias e encaminhá-las.

Nos últimos 15 anos tivemos avanços em São Paulo principalmente pela coragem, determinação e ativismo de sua militância LGBT. No âmbito estadual algumas iniciativas foram tomadas graças gestores LGBT ligados  à sociedade civil organizada: a Lei 10.948/2001 que pune administrativamente estabelecimentos e pessoas que praticarem a discriminação por homofobia; a Coordenadoria de Políticas para a Diversidade Sexual no Estado de São Paulo, juntamente com o Comitê Intersecretarial; o Plano Estadual  de Enfrentamento à Homofobia e Promoção da Cidadania LGBT e o decreto que dispõe o uso do nome social em serviços públicos às travestis e transexuais.

Mas ainda faltam investimentos na na qualificação dos servidores públicos, em  políticas educacionais e culturais de integração social que desconstruam valores moralistas e discriminatórios ainda presentes na sociedade. Ainda somos discriminados, isso é fato.

Qualquer ação que desconsidere a importância de uma segurança pública qualificada, que não invista em políticas educacionais voltadas para os Direitos Humanos, que não desenvolva políticas culturais pela convivência pautada no respeito e na tolerância, que não invista em instrumentos jurídicos mais eficazes e competentes, resultará na “guetização” dos Direitos LGBT e na continuidade das violações de Direitos da população LGBT.

O Estado precisa intervir na Educação, na Cultura e em Políticas de assistência social para qualificar seus profissionais para a promoção de ações pedagógicas e culturais que integrem a sociedade na prática da convivência, do respeito e da tolerância. É necessário o desenvolvimento eficaz de políticas que possibilitem a construção de ações para o combate à homofobia e para a garantia dos Direitos da população LGBT.

Acredito que seja de imensa importância a criação de delegacias LGBT, especializadas no atendimento de casos de homofobia. Locais onde não seremos mais desrespeitados por conta da nossa condição sexual, e onde a discriminação e demais crimes de homofobia serão tratados com respeito. Também proponho a criação de projetos, em parceria com as entidades trabalhistas voltados para a qualificação e recrutamento de travestis e transexuais no mercado de trabalho. Adicionar ampliar/interiorizar rede ambulatorial para travestis, mulheres transexuais e homens trans.

E por último, a criação de projetos de leis que obriguem um maior investimento do Estado para a garantia de um atendimento qualificado e desenvolvimento da saúde integral da população LGBT.

Eu sou homossexual, estive nas ruas brigando pelos nossos direitos: participei da organização dos atos FORA FELICIANO, mas também investi num grande cyberativismo na divulgação denúncias e principalmente na necessidade da divulgação dos nossos direitos.

E uma coisa é fato: só um de nós pode nos representar na Assembléia Legislativa. Só quem cresceu e conviveu em meio a uma sociedade homofóbica, onde temos diariamente nossos direitos usurpados pela nossa condição sexual, pode promover um ampla mudança contra a discriminação, brigar pela garantia de nossos direitos e lutar contra a homofobia.

Meu nome é Todd Tomorrow, ativista de direitos humanos, candidato a deputado estadual pelo PSOL. E conto com o voto de vocês!

 Pagina do Candidato

Silvetty Montilla PV 43077:  jinggle da campanha “O Amor vai vencer o ódio”. Pode ser assistido aqui 

Leci Brandão | 65.035
Partido Comunista do Brasil (PCdoB)  Site

Carlos Giannazi – PSOL apoia a causa LGBT há muitos anos. Confira seu  Site 

Deputado Federal:

Andre PombaAndré Pomba – PV 4396: André se destaca na luta pelo Estado Laico, Casamento Igualitário, Criminalização da homofobia e da transfobia e pela lei em defesa da igualdade de gênero.

Site do Candidato 

Cassio Rodrigo

Cassio Rodrigo PSDB 45075: ao Vote LGBT o candidato declarou: “Acredito que a comunidade LGBT, unida, possui uma força política da qual nem ela ainda se deu conta. Se pudermos eleger nossos representantes, sim, por serem lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, empenhados e combativos na luta contra a homofobia, poderemos começar a mudar o cenário político atual.

Site do Candidato 

Bill Santos – PSOL 5019:  ao Vote LGBT o candidato declarou: “Precisamos ter esperança. Vemos nossos direitos serem usados como moeda de troca por muitos políticos, a bancada fundamentalista se fortalecer e candidatos à presidência se curvarem aos pastores em troca de votos. Por isso, temos que fazer uma bancada LGBT na Câmara dos Deputados. Hoje, o Jean Wyllys é o único deputado federal que nos representa, mas, se nós nos unirmos, podemos eleger muitos outros e conquistar muito mais direitos.”

Bill

Pagina do Candidato.

Luisa Erundina 4021
Partido Socialista Brasileiro (PSB)
Site da Candidata

Página da candidata

Luiza Erundina_Layout_Placa

Rio de Janeiro

Deputado EstadualIvone Pita

Ivone Pita – PSOL 50005

 Ivone é conhecida pela luta contra o machismo, a misoginia e pela luta a favor dos direitos LGBTs, tanto contra a LGBTfobia, quanto direitos jurídicos, apoia ações educativas e o combate ao preconceito ed uma forma geral, a candidata também se destaca pela luta a favor do direito dos animais, da fauna e por maior mobilidade urbana, ela tem apoio de Jean Wyllys.

Deputado Federal:

Jean Wyllys | 5005 – PSOL

O deputado ganhou destaque e diversos prêmios por defender várias pautas, em sua página ele diz:

“Jean Wyllys tem uma história de envolvimento com trabalhos em favor da justiça social, de uma educação para a cidadania e para a valorização da vida, e em favor das liberdades civis, que remonta à sua adolescência, quando pertencia às pastorais da Juventude Estudantil e da Juventude do Meio Popular, e atuava nas comunidades eclesiais de base da Igreja Católica. Parceiro dos movimentos LGBT, negro e de mulheres, Jean Wyllys participa de ações que combatem a homofobia, a intolerância e o fundamentalismo religiosos, a discriminação contra o povo de santo, o trabalho escravo, a exploração sexual de crianças e adolescentes, e as violências contra a mulher.”

Página do Candidato

Jean Wyllys

Rio Grande do Sul

Deputado Estadual

Fernanda Melchionna 50.500 PSOL

Manuela d´avillaManuela D’Ávila | 65.656
Deputada Estadual
Partido Comunista do Brasil (PCdoB)
Site

“Como defensora dos direitos humanos, lido com a diversidade, com pessoas que têm outra cor, outra religião, outra orientação sexual. Nosso país deve respeitar as pessoas naquilo que elas têm de melhor, que é a sua diversidade. O que faz a espécie humana fantástica é a diversidade. Porto Alegre, por exemplo, surgiu dessa diversidade, se tornou mundialmente conhecida por respeitar e defender a diversidade e é hora de retomar políticas que nós já tínhamos de respeito, de punição àqueles que não praticam o respeito à diferença.”

Para Deputado Federal

Everlei 4000 PSB

Lucas Maróstica 5050 PSOL

Tiago Tessari 1452 PTB

Santa Catarina

Deputado Estadual

Leonel Camasão 50.500 PSOL

Georgia Martins Faust  50.050 PSOL

Deputado Federal

Angela Albino 6565 PC DO B

Maria do Rosário 1370 – PT – a deputada é autora do novo projeto contra a homofobia e transfobia o PL 7582/14.

Página da deputada 

Maria do RosárioMinas Gerais

Deputados Estaduais

André Veloso  (PSOL) 50333

Ao Vote LGBT o candidato declarou: As crescentes denúncias de violências físicas e psíquicas contra a população LGBT mostram um cenário de assassinatos diários e agressões homofóbicas generalizadas e impunes. O índice de violência contra homossexuais e transexuais só cresce. Em 2012, em Minas Gerais, foram registradas 255 denúncias sobre 520 violações relacionadas à população LGBT pelo poder público, sendo que em julho houve o maior registro, de 34 denúncias. Houve um aumento de 160% em relação a 2011, quando foram notificadas 98 denúncias. As maiores denúncias são por discriminação, violência psicológica e violência física. Segundo o “Relatório sobre violência homofóbica no Brasil: Ano 2012” da Secretaria de Direitos Humanos.
Temos a necessidade de travarmos um real combate contra qualquer preconceito, intolerância e discriminação. Precisamos criar instrumentos de política pública que permitam a garantia e afirmação de direitos e liberdades das pessoas com as mais diversas formas de identidades de gênero, por meio do empoderamento político e social. Que estes possam exercer livremente sua sexualidade e não sejam mais invisibilizados. Que não haja nenhuma restrição à união entre diferentes experiências afetivas que não estejam situadas no atual modelo monogâmico e heteronormativo. Portanto, é necessária a construção de mecanismos decisórios de participação política da população LGBTT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Trans) como a constituição de um Conselho Estadual LGBTT, deliberativo e com eleições diretas; mecanismos para tornar a escola um espaço de desconstrução do binarismo de gêneros, como a implantação de projetos em prol de uma educação sem transfobia, lesbofobia ou homofobia e criação de formas de acesso específicas aos diversos níveis educacionais a Travestis e Transexuais. É fundamental implementar instrumentos de segurança pública para a comunidade LGBTT que continua sofrendo com agressões pela sua manifestação de Gênero. Propomos ainda a implantação de políticas para o reconhecimento e criação do nome social das pessoas Travestis e Transexuais.

andre veloso

Distrito Federal

Deputados Federais

Erika Kokay – PT 1331: Erika Kokay é uma das maiores defensoras da causa LGBT dentro do Congresso Nacional, o Eleições Hoje recomenda sem receio algum o voto em sua candidatura. Kokay defendeu a causa LGBT quando Feliciano estava na CDHM. Foi uma das poucas petistas a criticar a retirada do ” Escola sem homofobia” e cobrou medidas ao nosso favor, tanto do Governo Federal, quanto do distrital.

Página da Candidata

Site da Canditada

Video gravado no dia do Orgulho LGBT:

Toncá Burity – PSOL 5024 O candidato declarou ao Eleições Hoje: “Sou gay assumido e candidato a deputado federal pelo PSOL de Brasília. Defendo a criação do Estatuto da Diversidade e a obrigatoriedade da criação de Delegacias de Combate à Intolerância em todo o Brasil. Fiz uma campanha afirmativa levando ao horário político o cotidiano com meu marido, Carlos, com quem sou casado no civil desde 2012 e tenho União Civil desde 2009.”

Site

Página

Canal no Youtube

Tomcá

Paraná

Deputado Estadual
Anaterra Viana 13.040 PT 

Alex Julio Barbosa 50.174 PSOL

Leandro Dias 50.050 PSOL

Mauri Gauer 50.050 PSOL

Toni Reis 65.123 PC DO B Toni ganhou destaque nacional como presidente da ABGLT por vários anos

Toni Reis

Xênia Mello 50.069 PSOL

Deputado Federal

Mel Campus 5055 PSOL

Letícia Lanz 5070 PSOL

Professora Marlei  1313 PT

Thiago Bagatin 5050 PSOL

Este post poderá sofrer alterações pra adicionar mais informações antes de domingo, não encontrou um candidato pro seu Estado aqui? Confira no site da campanha Vote LGBT.

(Visited 1.086 times, 1 visits today)